domingo, 6 de outubro de 2013

Link perdido

O sábado prometia muita chuva!
Como a regra é: Se não está caindo água, tem pedal, e não estava chovendo no momento da saída, fomos pedalar!
Para minha grata surpresa, mais gente também resolveu arriscar e a parada padrão de Joaquim estava bem cheia!
Todo mundo alinhado, partimos para o BMX, pois com as chuvas constantes da última semana, qualquer outra trilha diferente dessa enfrentaríamos muita lama!
Os pontos conhecidos de lama estavam cheios, mas nada que não fosse possível transpassar sem um pouco de habilidade!




Essa época de corte o eucalipto é sempre triste para nós! Apesar de saber que essa é a finalidade dele, a devastação muda a cara o local!
Achamos um ponto de queimada muito feio, e pelo tamanho das árvores (ainda muito pequenas), não pareceu ser algo planejado!
O vendaval dos últimos dias, também castigou bastante a mata. Vimos diversas árvores caídas e uma delas quase fechou 100% nossa passagem!
Olhando na foto parecia fácil. O problema é que a árvore era repleta de espinhos...
No final do single, que está quase deixando de ser single, pois com a época de corte dos eucaliptos, o pessoal está dando uma alargada nas picadas para passar trator, então alguns pontos que eram bem técnicos já estão mais fáceis de transpassar. Uma pena! Quem não conhece essa trilha, é bom fazer logo, pois corre o risco de virar mais uma picada simples!
Mas voltando, no final do single, passamos pelo trecho onde uma pedra enorme avança pela estrada... nesse caso, avançava! A turma explodiu parte da pedra e foi interessante ver o processo!


 Pelas marcas deu pra sentir o tamanho do pipoco! Deve ter sido uma cena bacana de filmar! As fatias da pedra de granito estavam espalhadas e o cheiro de pólvora ainda era muito nítido!

Depois desse trecho embarcamos no BMX e aí aconteceu uma coisa inusitada!
Não sei se por falha do mecânico em deixar o link solto ou mesmo por algum desgaste, o fato é que na primeira descida ouviu um barulho estranho na bike! Quando parei para verificar, encontrei essa cena!

Simplesmente a bucha da balança com parafuso arruela e tudo mais havia desaparecido!
Além de perigoso, o risco de quebra do quadro ou do evo link foi muito grande! Por sorte não aconteceu nenhuma coisa nem outra!
Resultado, fim de trilha pra mim!
Criamos um ECO LINK e voltei bem devagar para o carro!
Deixei a bike na oficina com a esperança de se resolver dentro dessa semana, pois o pedal de domingo foi comprometido e não queria que isso acontecesse no próximo sábado também!
Ainda bem que não fui no passeio de Pindamonhangaba para Campos! Seria terrível descer todo o single empurrando a bike!
Na oficina me deparei com um caso mais triste!
Um acidente entre moto e bike fez esse estrago em uma roda!

Pelo que soube, o ciclista estava na contra-mão e o motociclista tinha 15 anos, ou seja, todo mundo errado!
Fica o alerta para o pessoal NUNCA andar na contra-mão, certo Sergião?
FDS que vem tem mais (torcendo para isso)

5 comentários :

Sergio Balles disse...

Concordo em genero numero e grau... hehehe contra mão nunca mais!!

Sergio Balles disse...

É isso ai Marcão, contra mão nunca mais, hehehehe

Sergio Balles disse...

É isso ai Marcão, contra mão nunca mais!! hehehe

Sergio Balles disse...

É isso ai Marcão, contra mão nunca mais!!! hehehe

Sergio Balles disse...

É isso ai Marcão, contra mão nunca mais!! hehehe