quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Melhor Bike para All Mountain

Quem acompanha o blog, os nossos pedais e me conhece, sabe que sou fascinado pelo All Mountain (AM), também conhecido com Trail ou Enduro.
Para quem não está familiarizado, é aquele estilo de trilha mais técnica (erosões, pedras, raízes, etc), mas não chega a ter rampas ou descidas alucinadas que a turma do DownHill (DH) encara. Se bem que sempre tem uns saltos e uns loucos no meio da galera.
Diferente do pessoal do Cross Country (XC), a turma do AM não tem como prioridade o peso da bike. Elas já são mais pesadas por natureza, pois só a suspensão traseira, links e rolamentos, acrescentam algumas gramas ao conjunto.
A principal característica do estilo são a suspensão traseira (full suspension) e ambas as suspensões de longo curso com pelo menos 140 mm.
Muita gente me pergunta se é preciso de uma "bike full" para fazer as trilhas que fazemos e a resposta é não. Já pedalei com parceiros de rígidas que se saíram muito bem e parceiros de full que sofreram mais, ou seja, no nível amador, ter uma bike full não é pré requisito para ir nas trilhas técnicas, mas que com certeza a diversão e o conforto são muito maiores em cima de duas suspensões de 150 mm.
Outra questão é que bike é a melhor. E aqui entra o gosto pessoal por marca, tecnologia, tamanho de roda e geometria. Então não espero que essa enquete defina a questão, mas sim desperte a discussão e traga conhecimento a todos.
Vamos então às candidatas:

 A primeira é a Trek Remedy. Confesso que sou suspeito para falar dela. Apesar da Trek Brasil não estar muito preocupada com alguns problemas que seus clientes apresentam (precisei de parafusos da suspensão e foi um parto consegui-los e até hoje ainda está faltando 1), meu único motivo para não ter essa bike novamente seria o pós venda da empresa. Em termos de equipamento não tenho reclamações. No começo demorei para costumar com a coroa menor 24 e mesmo com o pinhão traseiro de 36 sofria um pouco nas subidas mais íngremes (a minha são 30v). A perfeição para mim foi atingida com alguns upgrades, primeiro de freios, mudei os originais Avid Elixir R para um Shimano XT e esse realmente foi um ótimo upgrade. A relação também troquei para XT, diminuindo assim algumas gramas no peso total para compensar a inclusão do dropper da Rockshox (reverb). Recomendo fortemente para quem pretende fazer AM.
A Genius 27.5 é a nossa segunda candidata. Apesar de conhecer muuuuita gente, pedalar com grupos grandes, nunca vi ninguém na trilha com ela. Ela está aqui na lista porque em um demo day inesquecível da scott (2006 ou 2007 eu acho), andei na Genius (ainda com a geometria antiga) e fiquei maravilhado. Desse dia em diante, eu decidi que meu mundo era full suspension. Nesta nova geometria, ainda não tive a oportunidade de fazer uma trilha com ela e adoraria conhecê-la.
A Bronson da Santa Cruz entra na categoria sonho de consumo. Tenho amigos que possuem a Nomad e são apaixonados por ela e já ouvi belas histórias da Bronson. Infelizmente também não tive a oportunidade de fazer aquela descida bacana à bordo dessa máquina e nem fazer uma subida para saber se ela perde tanto quanto a turma comenta.
A trigger possui muitos review favoráveis pela Web. A cannondale não é uma marca qualquer e imagino que ela saiba o que está fazendo. Temos um integrante do grupo que possui uma dessas e posso dizer que ela sobe muito bem. Sempre fico lá trás... rs. Ele saiu de uma rígida para a Trigger e não ouvimos reclamações.

Deixei a Specialized Enduro por último, pois sem dúvida ela é quem possui o maior número de aficionados. Conheço alguns felizes proprietários dessa máquina e foi em cima dela que vi gente fazendo descidas alucinantes, praticamente um DH. Mas também foi em cima dela que vi o pior desempenho nas subidas. Sem sombra de dúvida, a turma que migrou de outra bike para ela, perdeu muito para subir.

É claro que existem várias outras bikes de AM no mercado. Por que elas não estão aqui? são melhores? Piores? Custo X Benefício? Adoraria ouvir as opiniões de quem roda com essas bikes e com as outras. Como já disse, posso opinar fortemente sobre a Remedy, rodo com ela a 3 anos. Sobre as demais, aguardo as contribuições dos leitores e amigos

2 comentários :

Daniel Mialich disse...

Iniciativa TOP Mosca!

Vanderlei disse...

Quando peguei a ASTRO AF65A que é tamanho 27.5 achei uma bosta, foi difícil acostumar com rodas maiores para subir, mas acostumei. Só trocaria no futuro se foce para pegar uma MONDRAKER FOXY RR ou uma Nomad de carbono.