sábado, 6 de dezembro de 2014

Salvo pelo Capacete

Dia maravilhoso!
Todo mundo chegando no horário, céu aberto e uma vontade indescritível de pedalar.
Todos equipados, saímos sem rumo, apenas girando e conversando.


Na escolha das trilhas, descartamos o Comandos em Ação e seguimos para o principal ponto de encontro de Enduro em Joaquim. A pedra partida.
De lá eainda sem rumo, resolvi não economizar cartão de memória e registrar novos ângulos do, com certeza, ponto mais fotografado por mim nos pedais!




Depois de decidir descer os singles, tocamos em frente na maior diversão e sem nenhum susto. Metas pessoais foram quebradas (certo André?) e deu para reparar uma coisa, as pedras cresceram muito. Sim, pode parecer estranho, mas elas cresceram. Com as chuvas, a areia e o barro foram lavados deixando todas as pedras mais aparentes e com isso o trecho velho conhecido nosso já se tornou mais diferente e mais desafiador.
Em um ponto cheio de facões aconteceu um acidente que poderia ter tido um final bem triste e não teve graças ao correto uso do capacete de qualidade.
Durante a descida o nosso companheiro caiu em um facão e a bike deu um hangup, como diriam os downhillers, ou um LR como diriam os motoqueiros ou um paraquedas como a molecada do interior chama a capotada de frente. Quem não entendeu, é uma dessa aqui...

Enfim, nosso amigo deu uma projetada e o foi de capacete direto em um eucalipto. Descobrimos que a densidade do eucalipto é muito maior que a do capacete e olha o resultado!


Aqui vale à pena frisar duas coisas. Primeiro a correta colocação do capacete. De nada adianta ter um top de linha e colocá-lo de forma errada como vejo muitas vezes.
Segue um guia básico para isso:
Atenção para a tira que prende. Ela não pode estar muito frouxa (principal erro cometido).
Em segundo lugar: capacete precisa ser de qualidade. Existem muitas marcas no mercado. Este da foto era um Giro. Gosto também do Bell, Scott, Trek, Met, Lazer, 661, Specialized e Troy Lee. A maioria desses já usei em algum momento da minha vida e nunca tive problemas. Os outros li a respeito e tenho amigos que possuem.
O importante é que o capacete cumpriu o seu papel, será descartado com honras e um novo será adquirido.
O pedal acabou terminando mais cedo devido ao acidente, então mais algumas fotos para fechar o post!




3 comentários :

Wilson Batista disse...

Segurança é primordial; consciência é tudo ...

Wilson Batista disse...

Segurança é primordial; consciência é tudo ...

Wilson Batista disse...

Segurança é primordial; consciência é tudo ...